override-capa

Review Override: Mech City Brawl – Um potencial desperdiçado

Robôs gigantes, porradaria comendo solta e personalizações: o que poderia dar errado? Bom, muita coisa, e Override: Mech City Brawl fez questão de errar em mais de um aspecto. O jogo foi lançado anteriormente para PS4, Xbox One e PC, chegando ao Nintendo Switch recentemente através da Modus Games (editora), com o desenvolvimento nas mãos da The Balance Inc (comprada recentemente pela própria Modus). Ah, o jogo foi jogado no Nintendo Switch.

Ano: 2019
Jogadores: 1-4 (local e online)
Gênero: Ação, Luta
Classificação indicativa:
10 anos
Português: Somente legendas
Plataformas: PC, Xbox One, PS4, Nintendo Switch
Duração: 2 horas (campanha)

Destruir o cenário e acabar com os inimigos é bacana, mas depois de algumas vezes você se cansa

Mechas e destruições à rodo

Olha, sinceramente, o jogo não vai muito além disso. Existe um modo história (que já começa confuso por ter o nome “arcade” no menu principal), onde você passa por várias e várias missões numa arena isolada por paredes invisíveis (mas com uma barreira azul) onde você tem aquele sentimento que tá jogando toda vez a mesma fase, mas com uma carinha diferente e uns inimigos levemente variados aqui e acolá. O jogo em si não tem uma história real, é mais uma desculpa pra te empurrar em um monte de cenários visualmente diferentes, porém que seguem uma repetição extremamente cansativa e frustrante de matar hordas de inimigos até acabar o estoque. Existem vários robôs pra escolher, mas todos tem a mesma base de jogabilidade e o que muda praticamente é só o visual. Sem falar dos controles que são bem lentos (tentando simular a grandiosidade de um robô gigante) e não existem combos durante a batalha. Quando vi os vídeos do jogo pela primeira vez, imaginei que a ideia era boa e a execução também, mas o que se vê aqui é simplesmente um show de robôs gigantes que tem uma mesma história – leia novamente “uma desculpa”. Sabe aqueles jogos do Transformers que tinha nas gerações anteriores que eram bem ruins na jogabilidade, mas as fases tinham uma progressão? Então, se Override tivesse criado uma história minimamente interessante e não ficasse tão preocupado em te colocar numa arena pra lutar e mostrar que robôs gigantes são maneiros, seria bem mais bacana.

Você consegue personalizar seu robô e também instalar partes novas, mas isso não sustenta a jogabilidade por muito tempo

Sem base instalada ou apelos básicos

Dizem por aí que o jogo fica mais divertido jogando online com até 4 pessoas, mas aí é que tá: tentei jogar o multiplayer online umas 5 vezes e não encontrei absolutamente uma alma perdida. Se no desenvolvimento tivessem incluído a função de crossplay (jogar contra outras plataformas), tenho certeza de que pelo menos uma vez eu teria conseguido jogar. A solução foi ir à casa da minha namorada e fazer com que ela fosse convencida a experimentar o multiplayer local comigo, mas a força de vontade dela não durou nem 15 minutos porque ela também teve a mesma sensação que eu, de que o jogo não tem nada que sustente sua empolgação em continuar mais alguns rounds. Quem sabe o jogo fique diferente jogando entre 4 amigos?

A história é a mais superficial possível em Override

Mais problemas pra lista

Pra ajudar, o jogo ainda tem alguns elementos chatos que me fizeram desistir dele, como não pode trocar meu robô durante o modo história – só existe UM SLOT de gravação -, você precisa deletar e criar outro robô se quiser começar de novo, e as fontes dos menus que são extremamente minúsculas no modo portátil. Ah, a resolução da imagem do jogo no Switch também não é das melhores. Override: Mech City Brawl é um jogo ruim? Talvez, mas acho que vai depender muito do gosto da pessoa. Provavelmente deve ser bom pra quem gosta de ficar batendo sem parar em um adversário qualquer até ele ser derrotado, ou então pra quem gosta de derrotar hordas de inimigos sem ter muito propósito nisso. Dava pra ser melhor? Com certeza, como citei no exemplo do Transformers: precisa ter história. O sentimento final que fico é de que o jogo poderia ser algo bem superior.

Por queeeee, The Balance Inc? Que tal lançar um DLC para o modo história que seja realmente diferenciado?

Este review foi feito usando uma cópia para Nintendo Switch cedida de ♥ pela Modus Games

Override: Mech City Brawl

2

Nota final

2.0/10

Prós

  • Bom, são robôs gigantes
  • Variedade visual de robôs
  • Personalização

Contras

  • Um slot no modo história pra salvar
  • Não dá pra trocar de robô no modo história
  • Online vazio
  • Fontes minúsculas
  • Repetitivo