otttd-capa

Review OTTTD – Tower defense e RPG

Desenvolvido e publicado pela empresa indie SMG Studio, em OTTTD (Over The Top Tower Defense) você é o comandante da Herocorp e tem a tarefa de defender a terra contra uma invasão alienígena, usando de mecânicas de gerenciamento, já conhecidos num jogo de tower defense, e sistemas de evolução de personagens com belos gráficos 3D.

Ano: 2019
Jogadores: 1
Gênero: Ação, Arcade, RPG, Estratégia
Classificação indicativa:
12 anos
Português: Não
Plataformas: PC, macOS, Switch, Android, iOS
Duração: 24 horas (campanha)/ 39 horas (100%)

O extra que funciona

Normalmente os jogos do gênero possuem uma premissa padrão de defender a base de hordas de inimigos, e neste meio tempo é possível evoluir suas defesas em tempo real com o crédito recebido através da morte de monstros ou qualquer criatura que esteja vindo te atacar.

Mas em OTTTD vemos que o jogo se preocupou em oferecer algo a mais, e o resultado disso é um jogo com influências de RPG. Aqui existe uma forma de evoluir seus personagens individualmente, adquirindo novas habilidades e equipamentos para serem usados. Como se não bastasse, a campanha é bastante duradoura para os corajosos que desejam conseguir a classificação máxima em todas as fases.

Isso me lembra bastante o famoso DOTA, feito a partir de Warcraft 3, onde você precisava defender sua base e tinha a possibilidade de controlar heróis para auxiliar na tarefa – os quais também podiam ser evoluídos. Além do mais, durante as batalhas você pode acelerar o jogo caso seja alguém sem paciência como eu, porém clicar e segurar o analógico para isso não é exatamente confortável. Por que não apenas ter o estado de “ligado” e “desligado” para isso?

Jogo fechadinho e bem feito

Com uma jogabilidade simples e um sistema de evolução extremamente fácil de entender, OTTTD pra mim é um dos melhores tower defense que já tive a chance de jogar – talvez o melhor. Além de que não foram encontrados defeitos técnicos ou queda de performance durante as jogatinas.

Exclusivamente na versão de Switch é possível jogar com os controles de toque na tela, o que facilita em muitos momentos por causa da agilidade. A crítica fica apenas na falta de mapeamento de botões, o que me fez não gostar tanto de acelerar o jogo através do fast foward que exige clicar e segurar o analógico. OTTTD está disponível para PC, Switch e mobile.

Prós

  • Elementos de RPG
  • Performance estável
  • Gráficos competentes
  • Modo acelerado/fast foward

Contras

  • Falta de mapeamento de botões

Este review foi feito usando uma cópia para Switch cedida com carinho pela SMG Studio