review-vasara-collection-capa

Review Vasara Collection – O clássico de navinhas para (quase) todo mundo

Vasara é um jogo arcade do início dos anos 2000, o qual foi originalmente lançado pela Visco em territórios japoneses. O título segue o famoso estilo da navinha com visão de cima, muito famoso nos consoles 16bit. Sou particularmente um grande fã de jogos deste estilo e fiquei animado que esta coleção traz 3 jogos em 1, mas o quanto Vasara Collection, feito pela QUByte, consegue agradar?

Ano: 2019
Jogadores: 1-4 (local)
Gênero: Tiro, Ação, Arcade
Classificação indicativa:
10 anos
Português: Legendas e interface
Plataformas: PC, PS4, Xbox One e Switch
Duração: Sem registros

A história base

Em uma versão alternativa de 1600 dC, após a morte de Toyotomi Hideyoshi, as hordas malignas e robóticas de Tokugawa leyasu tentam tomar o poder. Sua missão, a bordo de motos hover e com sua katana poderosa, é enfrentar o batalhão de inimigos enviados por Tokugawa e detê-lo a todo custo! Lute contra navios de guerra, tanques de batalha, robôs gigantes e uma legião de soldados do mal!

Modo Timeless: nicho

O modo pelo qual comecei a jogar logo de cara foi o Timeless, por conta de ser uma versão atualizada em 3D do jogo padrão. A visão fica literalmente bem mais ampla, por conta deste modo ter o formato widescreen. Timeless pode ser jogado em até 4 pessoas e possui 7 personagens iniciais para escolher, mas não conta com um nível de acessibilidade muito grande. Joguei incontáveis vezes e não fui capaz de avançar tanto sozinho. Joguei em 2 pessoas e mesmo assim não conseguimos progredir neste modo, pois a dificuldade é elevada e não há uma forma de diminuir, nem mesmo temos como continuar depois de ter a nave destruída. Morreu e perdeu todas as suas vidas? Já era, fim de jogo. Existe sim uma barra de energia/vida para não ser um “levou-morreu”, porém esta é ridiculamente curta.

Apesar de Timeless conter menos inimigos do que os outros modos disponíveis, ele peca por não permitir que pessoas com menos experiência no gênero desfrutem seu potencial. Que pena por essa tomada de decisão. Com certeza existem pessoas que gostam de jogos que as desafiem, porém, qual o problema em oferecer uma forma para que todos possam jogar? O modo tem como objetivo sua colocação no ranking global e fica sendo uma espécie de Survival, porém não permite uma segunda opção para quem gostou dos gráficos, da jogabilidade e só quer se divertir casualmente.

Modo arcade: obrigado por existir

Nesta área do jogo podemos nos divertir realmente com os clássicos Vasara 1 e Vasara 2. Ambos podem ser jogados na companhia de até mais 3 pessoas (4 no total), e AQUI SIM é possível de desfrutar tudo aquilo que um jogo do gênero tem a oferecer. Através de algumas configurações podemos tornar o jogo bem acessível para vários níveis de jogadores, e também existe como continuar após perder sua última vida. Os dois títulos clássicos são bem parecidos, exceto que o segundo toma algumas decisões diferentes como a retirada das bombas. A jogabilidade segue a mesma linha, enfrente uma grande de quantidade de inimigos e chegue até o chefão no fim da fase. Simples e direto, divertido e acessível.

Você pode escolher entre 4 personagens e, apesar de conter uma ação desenfreada e exigir bastante atenção e reflexos de quem está jogando, você não precisa se preocupar em perder o jogo e ter que voltar do começo como no modo Timeless. Além disso também existem algumas opções como girar a tela, filtros para os gráficos e a alteração da dificuldade em si.

Restrições à parte

Apesar de Vasara Collection ser um jogo divertidíssimo para quem gosta do gênero de tiro com naves (ou Shumup), fico decepcionado em ter que dizer que apenas o modo clássico, com Vasara 1 e 2, é realmente jogável. O moderno Timeless é bastante bonito e esbanja modernidade, mas pecou e muito em não disponibilizar algo mais casual pensando nos jogadores que querem apenas algo para se divertir e passar o tempo. Engraçado o modo atualizado do jogo ser assim, normalmente se vê o contrário, não é?

Este review foi feito usando uma cópia para Switch cedida pela QUByte

Vasara Collection

6

Nota final

6.0/10

Prós

  • Jogabilidade que funciona até hoje
  • Modo Arcade divertido e acessível
  • Várias configurações disponíveis
  • Multiplayer para até 4 pessoas

Contras

  • Modo Timeless simplesmente mal planejado