Xuan Yuan Sword 7 Capa

Review Xuan Yuan Sword 7 (Xbox One) – Um incrível action RPG Taiwanês

Como muitos jogos lançados exclusivamente em território asiático acabam sequer colocando os pés no ocidente, fico muito feliz quando um produto Taiwanês, um dos mais difíceis de serem localizados, recebe uma adaptação para o público dessas terras. Xuan Yuan Sword 7 é um game de ação e aventura com elementos de RPG, cuja franquia é há muito tempo já conhecida no leste asiático, tendo seu sétimo título em 2020, o qual agora deu as caras por aqui. Aliás, não é necessário conhecimento prévio da franquia, pois a história de Xuan Yuan Sword 7 é totalmente independente.

Desenvolvimento: SOFTSTAR, DOMO Studio
Distribuição: Eastasiasoft Limited‬
Jogadores: 1 (local)
Gênero: RPG, Ação, Aventura
Classificação: 16 anos
Português: Não
Plataformas: Xbox One, PS4, PC
Duração: 11.5 horas (campanha)/23.5 horas (100%)

Um pacto em nome do amor à família

Xiang

Em Xuan Yuan Sword 7 somos Taishi Zhao, um rapaz que, quando criança, parecia viver uma vida bastante tranquila e pacata em seu vilarejo, mas, em uma noite, teve sua residência invadida por soldados imperiais, que mataram sua família na sua frente enquanto ele observava a cena da janela, escondido na área externa da casa.

Antes de ser atacada, a mãe de Zhao pediu para que ele levasse consigo sua irmãzinha bebê, Taishi Xiang, para que ambos fugissem e tomassem conta de seu próprio destino. Com isso, os irmãos cresceram nas montanhas, em uma casa localizada em meio a um bosque. Treze anos depois, Zhao está crescido e tomando conta de Taishi Xiang.

Combate rápido e fluído
Combate rápido e flu´ído

Um dia, depois de aceitar levar a tropa de Lijun para um local a fim de investigar uma situação que ocorrera em troca de suporte para si e sua irmã, um monstro com poderes sobrenaturais invade sua casa e deixa Xiang à beira da morte depois de uma luta com os guerreiros locais.

Logo após os eventos iniciais, Zhao leva Xiang para ser curada em uma poderosa figura. Porém, sua situação é muito grave, e Zhao acaba fazendo um pacto para que sua irmã seja presa em um plano espiritual – depois em outra forma de vida – enquanto tenta restaurar seu corpo.

Ambientação na China, com muita mitologia

Criaturas mitológicas

O jogo chinês possui qualidade bastante louvável em termos de jogabilidade, e a maior delas foi o grande motivo pelo qual decidi dar uma chance a Xuan Yuan Sword 7: o RPG de ação. Como ando bastante cansado de RPGs de turno, ando muito mais ligado em produtos que me oferecem uma agilidade melhor e um combate pra lá de sólido, coisa que o game faz muito bem.

Nossas principais ações são feitas com os comandos em cima do controle, RB e RT – é possível trocar para os botões de face -, sendo que o primeiro serve para ataques leves e o gatilho traseiro desfere ataques especiais de acordo com a postura com a qual você estiver equipada. Esses elementos de postura são adquiridos principalmente em lutas com chefes, e o resultado é um item que, quando equipado, traz um espírito de uma criatura para ser incorporado em estilo de combate no menu Talent.

Zhao

O touro, por exemplo, pode dar um safanão nos inimigos que atordoa e gera dano. Já o lobo consegue realizar uma investida com a espada que alcança o inimigo em poucos segundos, resultando em grandes quantias de dano; enquanto o espírito de um dos chefes, Taowu, uma espécie de canino gigante, permite com que Zhao realiza um poderoso corte com sua espada em formato circular. Adicionalmente, cada postura possui uma habilidade única que se regenera em uma barra no HUD.

Viagens rápidas também são uma bênção por aqui. Em diversos lugares existem os pontos de fast travel que precisam ser liberados ao interagirmos com pilastras contendo uma espécie de lanterna oriental. Finalmente, os puzzles também são bem construídos e apresentam um desafio razoável, que irá entreter a todos por alguns minutos e recompensar com a sensação de “inteligência”. Curiosamente, em um deles tive a opção de pular e prosseguir sem realizar o quebra-cabeça.

Ajuda muito bem-vinda

Companions são excelentes
Companions são excelentes

Mais à frente, também é desbloqueado o menu de Companion, em que podemos ter um NPC auxiliar que pode realizar ataques e ter habilidades equipadas também no menu Talent. Ainda nesta aba, há a seção de Harnessed Souls, com vantagens passivas equipáveis para serem utilizadas no combate, como aumento de resistência ao dano causado por inimigos.

Os Companions transformam totalmente o jogo, estrategicamente falando. Podemos pedir ajuda a eles ao segurar um dos gatilhos combinados com algum dos quatro botões de face, sendo que cada um representa um golpe diferente. Os Companions podem utilizar ataques contínuos e habilidades que resultam em altas quantias de danos aos inimigos. Fora isso, temos um pergaminho que aprisiona a alma de inimigos e outra habilidade que desacelera o tempo. Tudo isso combinado traz uma ótima variedade ao combate de Xuan Yuan Sword 7, nos obrigando sempre a alternar entre ataques, habilidades, esquivas e investidas.

O xadrês chinês é muito divertido
O xadrês chinês é muito divertido

Como todo bom RPG, não podiam faltar as missões primárias e secundárias, e ambas podem ser selecionadas para aparecerem no mapa e durante a exploração, ficando marcadas na bússola com uma medição de distância em relação ao personagem até o ponto de destino. Algumas secundárias valem bastante a pena de serem realizadas, como o divertidíssimo jogo de tabuleiro chinês Zhuolu Chess que, apesar do nome, lembra bastante um Resta Um, só que mais estratégico, com a possibilidade de posicionar peças e criar fileiras com três para poder eliminar uma peça do oponente e ganhar uma peça especial dele no final da partida.

Além dos momentos de combates que passam a sensação de uma mistura entre Dark Souls, por causa da dependência do fôlego e necessidade de esquiva, misturado com Assassins Creed, no sentido de que precisamos fazer o controle de multidão e eliminar inimigos um a um, existem os desafios de plataforma que são bastante fáceis. Neles, basta com que apertemos um comando para subir em escadas ou bordas de superfícies, e depois direcionar o personagem para algum direção para que ele pule automaticamente para a próxima seção. Em sua maioria, são momentos bem esquecíveis e diria que até desnecessários, já que há uma quebra de ritmo para chegar até um ponto bloqueado por pedras gigantes e precipícios, sendo possível chegar ao outro lado apenas escalando.

Não julgue um jogo por causa de seus primeiros minutos

Xuan Yuan Sword 7 é um action RPG impressionante que possui um início bastante lento. Confesso que fiquei bem desanimado com o que foi apresentado nas primeiras horas, e levei cerca de 3 ou 4 horas para descobrir o verdadeiro potencial que existia escondido aqui. O enredo inicialmente é lento e arrastado, além de que apresenta vários trechos com o famoso “ande para avançar”, fora os quick time events nos combates que é algo que devia ter ficado no passado do game design.

Em termos de jogabilidade, o jogo Taiwanês falará ao coração daqueles que adoram RPGs de ação, e arrisco até mesmo fazer uma comparação com jogos como Final Fantasy VII Remake. A mecânica de Companions e Talents certamente são o ar da graça para a gameplay, e trazem uma variedade imensa à estratégia uma vez que podemos utilizar nossas companheiras de equipe para eliminar os diversos monstros de origem mitológica oriental existentes nessa aventura asiática, além da obtenção de diversas posturas animalescas que concedem novos movimentos e habilidades à Taishi Zhao.

Cópia de Xbox One cedida pelos produtores

Xuan Yuan Sword VII

8.5

Nota final

8.5/10

Prós

  • Combate rápido e fluído
  • Companions são muito úteis
  • Diferentes posturas com habilidades únicas
  • Atividades secundárias divertidas
  • Viagem rápida é sempre bem-vindo

Contras

  • Save apenas em locais específicos
  • Vários idiomas, mas não Pt-Br
  • Início lento e arrastado
  • Quick-time-events
  • Gráficos um pouco datados