tools-up-capa

Review Tools Up! – Trabalhar nunca foi tão divertido

Gosta de party games onde você pega aquela galera num fim de semana e faz todo mundo discutir na frente de uma TV, vê brigas acontecendo e possíveis fins de amizades? Bom, se você já teve contato com Overcooked alguma vez na vida, vai se sentir extremamente familiarizado ao jogar o divertido título da The Knights of Unity, tanto pela jogabilidade quanto pela direção de arte, câmera e derivados. Publicado pela All In! Games, Tools Up! é uma excelente pedida, até mesmo para pessoas solitárias (ô, dó).

Ano: 2019
Jogadores: 1-4 (local)
Gênero: Multiplayer, Party, Arcade, Simulador
Classificação indicativa:
Livre
Português: Somente legendas
Plataformas: PC, Xbox One, PS4 e Switch
Duração: Sem registros

Quem deixou essa droga de sofá aqui?

Um jogo bom mesmo sem amigos

Pude experienciar o jogo em até 2 pessoas, até porque é difícil conseguir tanta gente para jogar num mesmo lugar atualmente – já fica a crítica aqui pra falta do online. Quem é conhecedor da franquia Overcooked (impossível não citar novamente o jogo) vai se lembrar que, ao jogar sozinho, tudo se torna um pouco mais complicado, até porque você precisa controlar 2 cozinheiros e ficar alternando entre eles. Particularmente fico um pouco confuso quando isso acontece, e prefiro dar foco em apenas um personagem.

Agradeço profundamente por isso acontecer em Tools Up!, o que não me deixou em desespero e pude jogar calmamente com apenas um boneco, então vejo isso como uma boa vantagem sobre Overcooked.

Ah, como é satisfatório ganhar 3 estrelas!

Use muito bem o seu tempo

Pronto, finalizado minha lamentação sobre party games que funcionam bem melhor apenas em grupo, vamos ao que interessa.

Em Tools Up! você pode escolher entre vários personagens e desbloquear mais alguns conforme avança nas fases, além disso existe o modo party além do modo história para ser jogado. Em todos os cenários existe um fundamento parecido, que é pegar a planta onde contém as instruções das tarefas a serem realizadas e onde devem ser aplicadas, coletar os baldes com tintas, papéis de parede, atender o entregador que chega com alguns itens faltantes, passar massa corrida na parede, no chão, esperar secar e… UFA! Sim, o jogo tem o típico ritmo de loucura do gênero, e é extremamente divertido e satisfatório realizar cada tarefa aqui – mas tenta isso na vida real pra você ver.

Deixa a bagunça por aí, dá nada não. Vai nessa.

O mais próximo da realidade possível

Além de fazer tudo aquilo que é solicitado na planta, ainda é preciso recolher o lixo e os restos de tinta que ocasionalmente (ou por sua culpa mesmo) ficam no chão. Ah, é importante você saber que existe um botão para lançar os objetos para bem longe, o que tentei fazer quando, ao final de cada fase, é exigido que você leve para fora do local todos os itens que foram utilizados. Porém, não pense que esse macete de jogar tudo pra fora na pressa vai te ajudar, porque aí o resultado será um monte de sujeira por ter tentado bancar o espertinho.

Não só neste quesito que o jogo tenta próximo de algo mais realista, mas também é possível escorregar nestes lixos e restos de tintas deixados pela fase. Confesso que achei bem mais divertido assim, coisa que não é visto em Overcooked – desculpa, voltei nele de novo -, onde você joga a comida no CHÃO e depois serve para o cliente. Bem higiênico, né? Ok, sei que estou sendo chato ao fazer esse tipo de crítica a um jogo com proposta mais arcade, mas gosto é gosto. Antes de colocar alguns papéis de parede ou pisos também é preciso que antes você retire os antigos. Às vezes é exigido até mesmo aquela massa corrida básica na parede ou no chão, antes de sair aplicando sem o devido esmero. Todos estes detalhes do jogo criados pelos desenvolvedores são bem divertidos, e você percebe que tudo foi feito para trabalhar sua capacidade de planejamento rápido e depois execução. Excelente!

Apesar de tantos acertos, Tools Up! possui uma forma de girar a câmera que, pessoalmente, achei desnecessária. Toda vez que você precisa realizar tal ação, é necessário que esteja segurando a planta do local para que assim seja habilitada a função de girar. Por que isso é feito assim? Este item poderia ter sido muito bem ser visualizado em um comando do controle, sem a intenção de fazer com que ele fosse mais um obstáculo para tomar seu tempo. Sei que provavelmente é para evitar que mais de um jogador tenha o poder de ficar mexendo nos ângulos de visualização, mas é totalmente possível trazer uma solução mais amigável para quem está jogando.

No fim a planta acaba sendo apenas uma forma de você se frustrar porque não lembra onde uma tinta ou papel de parede específico precisa ser usado, ou então lembrar que largou ela no chão e precisa levá-la para fora antes de finalizar a fase.

Mãos à obra na obra de um homem só.

Críticas e sugestões

Sabemos que hoje em dia muitas empresas tem o péssimo costume de lançar jogos incompletos e depois corrigir com atualizações, mas Tools Up! é um jogo bem fechadinho e gostaria de que alguma coisas fossem adicionadas apenas como um extra. Um modo online seria muito bem-vindo para quem tem a mesma dificuldade que eu tenho de reunir pessoas num mesmo lugar para jogar videogame, a outra sugestão fica na adição de um botão de correr ou ao menos um dash, já que o jogo apenas te permite andar beeeem calmamente para resolver todos os trabalhos do dia-a-dia de um trabalhador da obra.

Enfim, junte os amigos e veja a maravilha acontecer, ou a treta – o que vier primeiro. Lembrando que a versão de Steam possui o remote play together, pra jogar com amigos pela internet usando streaming.

Prós

  • Funciona bem em grupo ou sozinho
  • Desbloqueio de novos personagens
  • Tarefas satisfatórias
  • Senso de dever cumprido
  • Estilo gráfico

Contras

  • Não tem modo online
  • Mecânica de girar a câmera
  • Sem botão de correr

Este review foi feito usando uma cópia para Xbox One cedida com carinho pela All In! Games